11 de mai de 2010

Obrigado Frank Frazetta

Imagens: Frazetta.net
contei aqui que as vezes eu transformava as aulas de matemática  em um interessante roteiro que tinha como atração principal o Museu de Arte do Rio Grande do Sul - MARGS onde tive contato com os trabalhos de Aldo Locatelli e Nelson Boeira Fäedrich, duas das minhas influências locais. No caminho estava a Livraria do Globo onde eu ia olhar (nunca comprar) os caríssimos livros de arte, entre os quais os livros de Frank Frazetta que  eu ficava muito tempo folheando. Não sei como os vendedores tinham paciência com minha assiduidade naquela biblioteca improvisada, talvez fossse devido a forma respeitosa com a qual eu tratava aqueles livros.
Lá nos meus 14, 15 anos  mesma época que estudei com o mestre Bernett, aprendi muito olhando repetidas vezes as obras de Frazetta,  aprendi sobre composição, valor tonal, matiz, e perspectiva aérea... Aprendi que a atmosfera reside na sombra e não na luz e que o "underpainting" ajuda a controlar isto...
O Frazetta também foi referência e tema de muitas conversas e estudos  junto com o Ricardo "Alemão" Rodrigues quando dividimos um estudio de ilustração por 8 anos.
O Pintor, desenhista e ilustrador que baseado em fundamentos sólidos construiu a estética do realismo fantástico e influencia ilustradores e cineastas até os dias de hoje morreu ontem aos 82 anos.
Aqui tem uma breve matéria no Omelete.

2 comentários:

Ninha disse...

Ai, ai, nada como visitar este teu blog para conhecer histórias e imagens belíssimas... Eu tava precisando. Tinha acabado de ler uma matéria sobre Damien Hirst e Lucio Fontana que faturam milhões de dólares com "obras de arte" como Bezerro de Ouro e Conceito Espacial respectivamente(horror!)
bj.

Ramires disse...

heheh, é duro né Ninha, existem hoje duas atividades distintas com o rótulo de arte e de uma delas (a que domina o mercado) eu entendo muito pouco. Te espero aqui em junho para veres o atelier novo. Beijo