31 de mai de 2010

"Se eu fosse Sandra Diekmann, eu...


O desafio era continuar a frase e ilustrá-la com minha arte.
Esta é a premissa do projeto  "If I Was You..." para o qual eu fui convidado pela ilustradora inglesa Sandra Diekcmann. Tive a honra de ser o primeiro artista a colaborar (após a própria Sandra).
Entra lá  no site e veja o que fiz com acrílico num painel telado abaixo de anti térmico para baixar irritantes 38 graus de febre e muita dor de cabeça
e as minhas respostas para um curto e interessante questionário para este projeto que vai se tornar um livro no futuro.  

17 de mai de 2010

Ramires por Omar no Moly_X Portrait 2

Dentro do projeto "International Moleskine Exchange" eu participo de 4 grupos atualmente, MolyX-55, Moly-X54, Moly-X34 e MolyX-Portrait2. Neste último eu sou sucedido pelo arquiteto e aquarelista  Omar Jaramillo que atualmente reside na Italia.
Como já expliquei aqui, nos grupos de Portrait Exchange, cada participante faz um auto retrato na sua própria caderneta e passa aos demais membros grupo que devem retratar o dono da caderneta e fazer um auto retrato.
Omar usou o seu espaço com maestria, manteve uma atmosfera de sonho e foi bem além do retrato figurativo. O Grande desafio deste projeto é justamente integrar-se ao trabalho que antecede o seu e ele entrou muito bem neste espírito do "Moly_X"...
A velocidade dele também foi fantástica e é memorável num momento em que o projeto passa por uma crise devida a "aventureiros"que entram no projeto e contradizendo as regras acumulam livros, atrasam o grupo inteiro e depois fazem qualquer coisa para se livrar do compromisso (o motivo pelo qual abandonei o grupo 4 no qual umas duas pessoas com esta atitude transformaram um projeto fantástico que estava cheio de bons artistas, em uma experiencia lamentável na qual eu e vários outros talvez nunca recuperem seus livros.
Muchas Gracias Omar :-) Estou ansioso para trabalhar em seu livro :-)))

11 de mai de 2010

Obrigado Frank Frazetta

Imagens: Frazetta.net
contei aqui que as vezes eu transformava as aulas de matemática  em um interessante roteiro que tinha como atração principal o Museu de Arte do Rio Grande do Sul - MARGS onde tive contato com os trabalhos de Aldo Locatelli e Nelson Boeira Fäedrich, duas das minhas influências locais. No caminho estava a Livraria do Globo onde eu ia olhar (nunca comprar) os caríssimos livros de arte, entre os quais os livros de Frank Frazetta que  eu ficava muito tempo folheando. Não sei como os vendedores tinham paciência com minha assiduidade naquela biblioteca improvisada, talvez fossse devido a forma respeitosa com a qual eu tratava aqueles livros.
Lá nos meus 14, 15 anos  mesma época que estudei com o mestre Bernett, aprendi muito olhando repetidas vezes as obras de Frazetta,  aprendi sobre composição, valor tonal, matiz, e perspectiva aérea... Aprendi que a atmosfera reside na sombra e não na luz e que o "underpainting" ajuda a controlar isto...
O Frazetta também foi referência e tema de muitas conversas e estudos  junto com o Ricardo "Alemão" Rodrigues quando dividimos um estudio de ilustração por 8 anos.
O Pintor, desenhista e ilustrador que baseado em fundamentos sólidos construiu a estética do realismo fantástico e influencia ilustradores e cineastas até os dias de hoje morreu ontem aos 82 anos.
Aqui tem uma breve matéria no Omelete.