17 de abr de 2008

tinta no sketchbook


Em casa tem um monte de tintas querendo ser pintura, esta noite fiz a vontade de algumas na surrada moleskine. Faz parte deste trabalho que estou desenvolvendo sobre estas pessoas que são habitantes dos ambientes pelos quais passamos e que dão vida a eles com seu trabalho. Ao clicar na imagem vê-se o tamanho certo da pintura.

4 comentários:

Dreyer disse...

Se tivesse nascido na "Paris da Belle Époque" seria um grande pintor impressionista, mas como é um Porto Alegrense, ensinou um pouco dos conhecimentos para os clicBrothers!!!

Estarei aí na Sao Silvestre e quero parceiro pra correr.

Saudade do Aquario!

Ramires disse...

Grande Ale
Também tenho saudade do nosso núcleo fervilhante de idéias e energia... Aquela sala era um oásias na caixa de concreto e foi uma escola de muito aprendizado mutuo.
Isto não morre nunca!
Gran BKC!!!

Sérgio Lüdtke disse...

Cada vez melhor, Dom Ramires.

Ramires disse...

Her Lüdtke, sem palavras para agradecer a sempre gentil visita!
Gran brakaccio!!